QUAL A VANTAGEM DO MARKETING EXPERIENCIAL PARA HOTÉIS?

O marketing é um campo vasto repleto de técnicas, ferramentas e teorias focadas em ajudar um negócio a se destacar no mercado e gerar vendas. O setor hoteleiro faz uso de muitos destes recursos, inclusive um que é chamado de marketing experiencial.

Administrar um hotel é um trabalho complexo que exige muita atenção e dedicação. Afinal, são muitos detalhes a serem trabalhados, desde o preço da estadia até as opções de comida no café da manhã. Tudo tem sua importância, ainda mais quando o objetivo final é entregar ao hóspede uma experiência diferenciada.

Por esse motivo, no post de hoje trataremos sobre o que é o serviço de marketing experiencial e como é possível aplicá-lo de forma certeira. Acompanhe!

O MARKETING EXPERIENCIAL

Também chamado de marketing de experiência, essa vertente do marketing tem como objetivo a criação de uma conexão emocional por meio de experiências sensoriais. Ele faz uso dos sentidos — olfato, visão, audição, paladar e tato — para levar o cliente a vivenciar uma relação positiva com a marca, serviço ou produto.

Dentro do setor hoteleiro, as oportunidades para criar uma experiência diferenciada e agregadora são muitas. Hotéis de todos os tamanhos podem fazer uso do marketing experiencial para alavancar os negócios. Para isso, basta utilizar o planejamento estratégico e desenvolver as ações corretas.

PÚBLICO-ALVO E PERCEPÇÃO

A criação de uma ação experiencial exige uma reflexão sobre o perfil de pessoas que você pretende atingir e qual o resultado esperado. Imagine que você decida criar uma atração gastronômica com um chef francês, mas a maioria do seu público é composta de jovens estudantes com baixa renda. A experiência, neste caso, não surtiria o efeito desejado.

O caminho é buscar algo relevante e original para fazer da experiência algo marcante para o hóspede e, como resultado, conseguir uma divulgação espontânea da sua marca.

APLICAÇÃO DO MARKETING EXPERIENCIAL

A hospedagem em um hotel já é uma experiência sensorial em si. Desde o momento da reserva em um site até a estadia, o hóspede está em contato com uma marca e seus serviços.

Desta forma, cada ponto de contato pode ser melhorado e, com o uso da criatividade, modificado para criar uma conexão emotiva com o hóspede. Alguns hotéis projetam a experiência a um nível mais elevado e fazem dela um dos seus principais atrativos.

Exemplos de marketing de experiência não faltam mundo afora. No Peru, por exemplo, existe um hotel constituído de capsulas transparentes penduradas a uma altura de 400 metros. Já em Ottawa, capital do Canadá, os turistas podem optar por se hospedarem dentro de uma antiga prisão.

Na Holanda é possível se alojar dentro de avião. Ainda na Europa, na Alemanha, um hotel oferece acomodações dentro de barris de vinho. Já na Suécia, é possível dormir dentro de uma mina desativada e, até mesmo, alugar o local para festas e casamentos.

Para aqueles que buscam um contato mais próximo com a natureza, existe um hotel safári que entrega esta experiência. Neste quesito, é possível destacar também os inúmeros hotéis flutuantes espalhados por locais paradisíacos mundo afora.

Como você pode notar com esse artigo, o marketing experiencial é uma oportunidade para hotéis de destacarem ao mesmo tempo em que têm a chance de criar momentos únicos para o seu público-alvo, o que consolida suas marcas. Para isso, é preciso estudo, planejamento e ação.

Gostou de aprender sobre o marketing de experiência? Então agora assine a nossa newsletter e não perca mais nenhum conteúdo como esse, receba-os diretamente em sua caixa de entrada!